YAMAHA DO BRASIL CONFIRMA FIM DA LINHA PARA A SUPER TÉNÉRÉ 1200

YAMAHA DO BRASIL CONFIRMA FIM DA LINHA PARA A SUPER TÉNÉRÉ 1200

Modelo, que teve o fim da produção decretado no exterior em novembro do ano passado, seguiu o mesmo caminho no Brasil

 Por Gabriel Carvalho 


Foto: Divulgação

O que era esperado aconteceu: a Yamaha do Brasil anunciou nesta sexta-feira (8) que a Super Ténéré 1200 sai de linha no País. Em novembro do ano passado, a fabricante anunciou no exterior o fim da produção da bigtrail, já que as normas de emissão de poluentes Euro5 entra em vigor na Europa neste ano. 

No Brasil, a Super Ténéré 1200 era produzida há dez anos e transformou em uma moto desejada por muitos motociclistas. A versão mais atual, a DX ABS, é equipada com motor dois cilindros em linha de 1.199 cm³ de cilindrada, que entrega 112 cv de potência máxima a 7.250 giros e torque máximo de 11,9 kgf.m a 6.000 rpm. 

Apesar de admirada por muitos, a Super Ténéré 1200 já sofria a ação do tempo, sendo superada em potência e tecnologia por modelos como a BMW R 1250 GS e Triumph Tiger 1200. A Yamaha, então, decidiu por um caminho diferente do que a Honda seguiu com a Africa Twin e optou por descontinuar a Super Ténéré 1200.  

A Honda, por sua vez, aumentou a cilindrada da Africa Twin – que passou a se chamar CRF 1100 Africa Twin – como solução para se adequar às normas Euro5. Além disso, para fazer frente às rivais, a Honda deu uma repaginada no visual da bigtrail e acrescentou recursos eletrônicos, além de um painel TFT. 

A Super Ténéré 1200 DX ABS conta com painel digital em LCD e na eletrônica os recursos são suspensões eletrônicas, controle de tração, modos de pilotagem, aquecimento de manoplas e piloto automático. 

Para alguns, tais recursos são mais do que o suficiente para fazer da Super Ténéré 1200 uma boa moto, elogiada por características como robustez e custo de manutenção. Nada disso, porém, foi suficiente para a moto sobreviver por mais tempo. 

Vai fazer falta a Super Ténéré 1200? 


Fonte:
Equipe MOTO.com.br