ROYAL ENFIELD CONFIRMA FIM DO MOTOR 500 E SÉRIE ESPECIAL DA CLASSIC

ROYAL ENFIELD CONFIRMA FIM DO MOTOR 500 E SÉRIE ESPECIAL DA CLASSIC

Classic 500 Tribute Black fecha produção de motor utilizado na versão standard do modelo e na Bullet 500

 Por Gabriel Carvalho 


Foto: Divulgação

O que era uma forte suspeita há algumas semanas agora se confirma: a Royal Enfield encerra a produção do motor 500, que equipa a Classic 500, Bullet 500, Thunderbird 500 e Thunderbird X 500.

Os indícios de que isso aconteceria se baseavam na retirada da Bullet e das Thunderbird da área de reserva de motos no site indiano da fabricante, além da introdução das exigentes normas de emissão de poluentes (BS-VI) que entram em vigor na Índia a partir de 1º de abril.

AS MELHORES ROYAL ENFIELD ESTÃO EM NOSSOS CLASSIFICADOS! CONFIRA!

O monocilíndrico de 499 cm³ de cilindrada, que desenvolve 27,5 cv de potência a 5,250 giros e torque máximo de 4,21 kgf.m a 4 mil rotações por minuto não atende às normas BS-VI e a fabricante prefere apostar em outras motorizações - como a 650, presente nas 'Twins' recém-lançadas no Brasil.

Foto: Divulgação

O fim do motor 500 será celebrado com a Classic 500 Tribute Black, uma série especial do modelo Classic 500. Como de costume às séries especiais, a Classic 500 Tribute Black terá cada unidade numerada. Os grafismos são exclusivos e cada unidade ainda leva a frase "End of Build" - traduzindo, algo na linha de "fim da produção".

"Desde 2009, as motos 500 da Royal Enfield têm orgulhosamente participado do segmento de motos de média cilindrada. A Classic 500 em particular tem obtido sucesso em vários mercados com o design retrô e experiência de pilotagem cativante", disse Vinod Dasari, CEO da Royal Enfield.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br