QUE TAL UMA VISITA AGORA AO MUSEO DUCATI?

QUE TAL UMA VISITA AGORA AO MUSEO DUCATI?

O museu da Ducati está disponível para visita virtual, uma oportunidade para conhecer a sua fantástica história que completa 94 anos

 Por Gian Calabrese 

Após nosso convite a você visitar virtualmente o Honda Collection Hall (link abaixo), desta vez, a sugestão é um passeio ao Museo Ducati, também aberto para visita virtual gratuita no local ao lado do prédio da fábrica onde nascem as motocicletas de Borgo Panigale, na Itália, o museu homenageia os sonhos e as motos que fizeram história, e agora, orgulhosamente, descansam.

Uma jornada que parte de 1926, e trilha os 94 anos da empresa italiana mundialmente famosa por sua história, estilo, desempenho e busca pela perfeição. Uma osmose entre motos de rua e competição numa linha do tempo dos grandes momentos da Ducati e os marcos de sua história.
Inaugurado em outubro de 1998, o museu é uma meca do motociclismo, uma daquelas atrações obrigatórias e que qualquer amante das duas rodas deve algum dia conhecer, ao menos, virtualmente.

A história se dá início quando os irmãos, Marcelo, Bruno e Adriano Cavalieri Ducati, fundaram a Società Scientifica Radio Brevetti Ducati, que produzia inicialmente rádios, posteriormente também barbeadores e calculadoras. As dependencias atuais são as mesmas construídas em 1935, quando na época se tornaram a maior indústria de Borgo Panigale, com cerca de cinco mil funcionários.

Destruída na Segunda Guerra Mundial por bombardeios dos aliados, a fábrica - com alguns escombros que conserva até hoje - foi reconstruída a partir de 1945, no entanto com novo propósito, quando em 1946 patentearam a "Cucciolo", a primeira unidade de uma bicicleta que recebeu um motor de 48cc. fabricado por Aldo Farinelli. 

Posteriormente, uma das primeiras motocicletas a entrar em produção foi a 125 Sport que conquistou vários títulos nas competições, e abriu uma estrada de uma só mão para uma paixão irreversível por corridas.

No museu as atrações são inúmeras, como exemplo, a 125 Sport Desmo - primeira com sistema desmodrômico - que venceu o mundial de 1959, ou, a 750 Imola Desmo que conquistou a 200 Milhas de Imola em 1967, numa história fabulosa e sem recursos financeiros do consagrado piloto inglês Paul Smart.

Entre outras beldades e histórias sobre duas rodas, a inigualável trajetória da Ducati no Mundial de Superbike, com motos de lendários pilotos como Raymond Roche, Carl Fogarty, Troy Baylliss, Corser, Neil Hudson, Carlos Checa, alguns dos protagonistas da saga: 916, 996, 998, 999 e 1098.

Na MotoGP, estão expostas as obras de arte de Loris Capirossi, do saudoso Nicky Hayden, Andrea Dovizioso, e claro, do campeão Casey Stoner, que conquistou o título mundial na principal categoria em 2007. Além da 001 Desmosedici RR de rua, edição especial e réplica da campeã com apenas 1500 unidades produzidas.

Sem mais spoilers, prepare a sopa, o babador e vamos nessa! Clique aqui!

Confira também o Honda Collection Hall: Clique aqui!


Fonte:
Equipe MOTO.com.br