PRODUÇÃO DE MOTOS CRESCE 5,1% NO PRIMEIRO BIMESTRE DE 2020

PRODUÇÃO DE MOTOS CRESCE 5,1% NO PRIMEIRO BIMESTRE DE 2020

Números de fevereiro, no entanto, são inferiores aos do primeiro mês do ano e aos de fevereiro de 2019

 Por Gabriel Carvalho 


Foto: Divulgação

O surto de coronavírus tem afetado diversos países ao redor do mundo e muitas atividades - a Itália inteira, por exemplo, está em estado de quarentena no momento, limitando o deslocamento de pessoas e recomendando que a população evite sair às ruas.

A produção de motos no Brasil, porém, não parece ter sido afetada nos dois primeiros meses do ano e o resultado é positivo quando comparado ao mesmo período de 2019. De acordo com os números divulgados pela Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares), foram produzidas 194.734 unidades no primeiro bimestre deste ano.

O número representa um aumento de 5,1% em relação aos dois primeiros meses do ano passado, quando saíram das linhas de montagem 185.225 unidades. 

Em fevereiro, no entanto, foram produzidas 94.442 motocicletas, queda de 6,8% quando a comparação é com fevereiro de 2019 (101.305 unidades produzidas) e 5,8% a menos do que foi produzido em janeiro deste ano, quando o total de motos produzidas chegou a 100.292 unidades.


Foto: Divulgação

Segundo a Abraciclo, a queda é explicada pelo menor número de dias úteis em fevereiro deste ano com o feriado de carnaval. Foram dois dias úteis a menos do que em fevereiro de 2019 e quatro dias a menos do que em janeiro de 2020.

A entidade permanece otimista com as projeções para este ano e mantém a previsão de crescimento de 6,1% para 2020, com a produção de motos chegando a 1.175.000 unidades.

“O mercado continua aquecido e estimulado pela oferta de crédito tanto das instituições financeiras tradicionais e de montadoras, como dos chamados bancos digitais. As taxas de juros estão atrativas e o consumidor, como se observa principalmente nas médias e grandes cidades brasileiras, cada vez mais procura opções de mobilidade que garantam maior flexibilidade, agilidade e economia em seus deslocamentos, o que é proporcionado pela motocicleta”, disse Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br